Home » » Kill All The Secrets - Capítulo 1.14 - "You Don't Know Anything About Me"

Kill All The Secrets - Capítulo 1.14 - "You Don't Know Anything About Me"



Nome: Kill All The Secrets (Mate Todos Os Segredos).

Número de Temporadas: 3.

Capítulo: 1.14 - "You Don't Know Anything About Me" (Você Não Sabe Nada Sobre Mim).

Classificação : 18+ - Contem cenas de violência,mortes,sexo,insinuações...

Gênero : Drama,Comédia,Mistério...

Autora: Laura.

Personagens: Ashley (Principal) Brittany (Principal) Nickole (Principal) Lavínia (Vilã) Molly (Coadjuvante) Henri (Principal) Jensen (Principal ) Jared (Principal) Ben (Secundário) Chad (Coadjuvante) Lilly (Secundário) Cecy (Secundário) Rene (Secundário)....

Sinopse: O que acontece quando uma manipuladora resolve fazer da vida de 3 garotas um Inferno? Ashley (Ash), Brittany (Bri) e Nickole (Nick),poderiam ser o tipo de adolescentes normais,se não fosse por Lavínia (Lav),que faz de tudo para arruinar a vida dessas 3 garotas.O motivo de tanto ódio? Ninguém sabe.Mas Ash,Bri e Nick são tão inocentes assim? Ash talvez tenha tomado uma difícil decisão e acabou se apaixonando pelo seu professor.Estaria Nick Prestes a conhecer o amor da sua vida? E Bri? O que o futuro a reserva? É melhor você ler para matar todos os segredos que " Kill All The Secrets" te reserva...Poderia o amor aparecer no meio de tanta maldade? Poderia esse ambiente ser saudável para Jensen e Jared viverem uma vida tranquila?

Considerações: Quando tiver o player nas cenas serão as músicas das cenas,acho que não tem necessidade de ficar colocando toda hora "música da cena",mas como este é o primeiro capítulo tudo Ok.Ainda Sobre as músicas,quando uma cena não tiver música,aproveite a música da cena passada (Até a cena que tiver um novo player),por que eu escolho as músicas pensando nisso.
Onde estiver Look (Exemplo,Look Ashley,Look Das garotas),vocês podem clicar para visualizarem a roupa dos personagens.E quando estiver Casa da Ashley,carro,escola,podem clicar para visualizarem o local onde a cena ocorreu !!!!

Considerações Iniciais Do Capitulo: Como não houve problema algum no Capítulo anterior, irei postar a Fic de Cá.

Capítulos Anteriores Aqui !!!
Capítulo Anterior Aqui !!!


.................................................................................................................................................................







- Ai Meninas, estou chocada com essa do Jensen Gostoso Hot e a Jararaca.
- Podemos mudar o assunto? Ash estacionava o carro em frente a casa de Bri.
- Ash? Você estava, está gostando dele? Bri dizia confusa.
- Que movimentação de policiais é esse em frente a sua casa Bri? Nick descia do carro carro.
- Thank God não vou precisar falar sobre isso. Ash pensava.
- Vamos descobrir. Bri saía correndo...
- Será que assassinaram a Dona Rene? Nick sussurrava para Ash.
- Credo Nick. Ash acionava o alarme do carro.
- Ué, isso anda acontecendo com tanta frequência.
- Não, se fosse assassinato já teria um monte de abutres em volta. Caminhavam até a casa da amiga.
- É, você tem razão.
- Mãe, que movimentação é essa aqui em casa? Bri entrava afoita em casa.
- Querida,parecem que...
- Que?
- Que você é uma suspeita da morte da Amy Vanderbill.
- OMG!!!!! Ash e Nick diziam juntas ao entrarem na casa da amiga.
- Mãe, eu juro que eu não fiz nada.
- Eu sei minha querida.
- Mas o que eles fazem aqui?
- Eles estão interditando as coisas do seu quarto,para ver se tem algo que a ligue com a vítima.
- Eles não podem fazer isso.
- Podem minha querida, eles tem um mandato.
- Mas por que eu estou sendo uma suspeita?
- Foi encontrado um fio de cabelo seu junto com o cabelo da Amy......





- Jared, você não sabe o que aconteceu. Jensen entrava em casa aflito.
- Jensen você não sabe o que aconteceu. Jared também dizia aflito ao escutar a voz do amigo.
- Esta bem, você primeiro. Jared dizia encostado no sofá.
- Sabe aquela garota do Pneu? Jensen se sentava no sofá.
- O que tem ela?
- Ela não passa dessas mulherzinhas atoa.Uma vagabunda.
- Hã? Tem certeza ?
- Sim, a Lav estava me falando,ela é maior chave de cadeia, Ex usuária de drogas, mais rodada do que tudo, a decepção da família,E o pior, ela mantinha um caso com um professor a troco de notas, quando descobriram esse caso, ela saiu falando que foi obrigada, que foi estuprada, o coitado teve que se mudar daqui.- Nossa, você tem certeza? Por que gente atoa nós reconhecemos de cara... Ow, tem certeza Jared? ... - E ela não tem cara disso, muito pelo contrário.
- As aparências enganam Jared. Dizia pensativo.
- Talvez,mas você confia na Lav assim?
- Por que você está perguntando isso?
- Por nada, esquece. Jared sabia que algo não cheirava bem nessa história. Na verdade, se Molly era capaz de chantagens, por que Lavínia não seria capaz de coisas piores? Isso era o que se passava pela cabeça dele, sem contar que ele não engoliu a estória do Beijo tão bem assim...
- Agora sua vez,o que aconteceu?
- Bom, a Lav veio aqui procurar você mais cedo, e trouxe uma amiga .
- E?
- E nada, Eu vou sair com ela.
- Arrumando namoradinha já Padalescki? Sorria torto.
- Ha ha. Jared debochava. Bom, não era isso que ele iria falar,Jared iria dizer que estava sendo chantageado, mas preferiu se calar, não queria envolver Jensen nessa história, não mais do que ele já estava envolvido.....





- Lav, tenho que te contar a última novidade. Molly entrava dentro da casa da Jararaca e via a mesma pulando, rindo, gargalhando em cima do sofá... - Por que você está pulando com essa cara de quem aprontou?
- Fale você primeiro Molly. Parava de pular colocando suas mãos na cintura.
- Ok,estou namorando o Jared.
- Rápida no gatilho. Gargalhava. - Não te disse que a minha Chantagem iria funcionar?
- Obrigada amiga. - Ele vai até me levar para jantar. Dava uma risada. - E agora me explique o por que da sua fidelidade.
- É felicidade.
- Tanto faz. jogava sua bolsa no sofá se sentando.
- Então, fui no grill procurar o Jensen, e Ash mais a gang dela estava lá. Descia do sofá.
- E o que você fez?
- Eu vi ela saindo do banheiro e Beijei o Jensen ,só para provar que eu posso ter qualquer um, e pra ela saber que o novo morador de East St. Louise já tem Dona, e está muito bem servido. Gargalhava.- OMG Lav. Começava a rir.
- Ela fez maior barraco, por que lógico, eu provoquei. Dizia Cinicamente. - E ai eu disse pro Jensen a verdade sobre ela.
- O que você disse? Molly se interessava.
- Que ela era uma drogada, vadia, piranha, rodada, que fazia sexo a troco de notas com o Henri, ah e claro, que o motivo do pai dela morrer, foi desgosto. Lav soltava uma gargalhada.
- Lav adorei. Mas só não entendi o por que de você beijá-lo.
- Por que Molly,ela sempre fica com os melhores da cidade,e dessa vez eu fui mais rápida. Agora ela sabe que ele não é pro bico de dela.
- Estou tentando imaginar o barraco. Molly gargalhava.
- Bom, ela deu um tapa na minha cara. Tive que passar camadas e mais camadas de make. - E falando nisso, vem. Lav puxava Molly.
- Onde vamos?
- Vamos mudar seu visual.


....


- Minhas coisas. Bri chegava afoita em seu quarto, ver tudo revirado, sendo vasculhado... - Não, Meu Note Book vocês não vão levar. Bri gritava.
- Ordens são ordens Mocinha. O policial dizia.
- Me dê esse mandato aqui. Ash tomava das mãos do Policial.
- O que você vai fazer? Nick dizia com tom de curiosidade.
- Aqui neste mandato não fala nada para vocês pegarem aparelhos eletrodomésticos então, o Note Book fica. Ash lia rapidamente o mandato.
- Mas Senhorita.
- Você vai querer que eu ligue para o Patrick? Quem sabe assim ele não te ensine a ler. Entregava o papel de volta.
- Tudo Bem,pode ficar. Devolvia o Note Book para Bri.
- Obrigada Ash.
- Por nada Bri,as vezes esses policias gostam de fazer o que não é mandado. Dizia provocando.
- Mais você sabe, eu tenho minha enciclopédia aqui no Note Book. Gargalhava.
- Enciclopédia? Nick dizia assustada.
- Ela não sabe? Ash olhava para Bri.
- Não sei o que? Nick se sentava na cama.
- Tenho uma enciclopédia de Homens Nus, de todo jeito que você possa imaginar. Até de homens que eu já fiquei. Gargalhava.
- E quando agente acha que ela já ultrapassou o nível de maluquice. Nick sorria.
- Você quer ver? Bri fazia cara de criança pidona.
- Jhesus, Argh !!! Fazia careta.
Relembrando: Look Bri


.....

Horas Depois...

- Ai Lav, você acha que essa cor, esse corte de cabelo ficou bom? Molly se olhava no retrovisor do carro da Diaba.
- Molly, eu já disse que ficou otimo, Loiro,mais curto, Ficou mais moderno.
- Eu acho que é falta de costume.
- Logo logo você se acostuma, agora desça e vá encontrar a vítima da noite. Lav gargalhava.
- Obrigada amiga, depois te conto os Retalhos. Dizia descendo do carro.
- É detalhes. Lav bufava. - E agora suba, antes que eu perca minha paciência.
- Tá bom. Molly atravessava a rua correndo. Well Molly, o que está ÓTIMO na linguagem da Lav, significa "Yes, você está uma tremenda Bitch", cabelo preto e comprido ficava melhor, não deixe se enganar, assim como seu antigo jeito de se vestir...
- Jared, já estou aqui querido. Tocava a campainha.
- Molly?
- Gostou do meu novo visual? Foi feito pensando em você. Dava um volta, bem provocante por sinal, é, Lav fez um bom trabalho, a deixando Bitch.
- Errr... Ficou diferente? mais moderno?
- Obrigada. Sorria. - E o seu amigo? não vai apresentar sua namorada pra ele?
- O Jensen está no banho, teve um Bad Day, deve que vai dormir.
- Ok, depois você me apresenta pra ele, agora vamos. Tentava o puxar.
- Molly, Para. Olhava para ela. - Eu não gosto de você, eu não posso fazer isso, não é certo.
- Jared,olha que a minha boca está morrendo de vontade de contar nosso, ou melhor, o seu segredinho.
- Olha aqui Molly,essa estorinha de chantagem não é comigo.
- Ah, então você não vai importar se eu ligar para a Polícia. Abria a bolsa.
- Não,espera. Pegava nas mãos dela. - Vamos. Se virava para trás fechando a porta.
- Ah, é assim que eu gosto.

Molly New Look - Look Jared

.....





- Dona Rene, como ela está? Ash voltava para casa de Bri, tinha saído apenas para ir em casa tomar um banho e avisar Lilly sobre tudo...
- Ainda está lá em cima com a Nick.
- Vou subir e vê se consigo dar uma animadinha nela.
- Obrigada querida, saiba que eu aprecio muito a sua amizade com minha filha.
- Thanks Dona Rene, é um prazer enorme ser amiga dela. Subia as escadas correndo.

- Ai Nick, o problema é que eu já tenho uma pequena passagem pela Polícia, lembra aquela vez que a Lav cortou o braço da Molly e eu dei um tapa nela? Ela manteve o Boletim de Ocorrências, ou seja, eu já tenho passagem pela polícia.
- Mas isso não prova nada Bri, e você deu apenas um tapa na cara dela, nada de mais.
- Mais agora tudo conta.
- Voltei. Ash entrava no quarto. - Bri, tive uma ideia, vamos todas sair, vamos para Harrisburg (Capital) nos divertir. Trouxe tudo que precisamos para nos arrumar. Ash gargalhava.
- Ash, não estou com vontade. Bri se deitava na cama.
- Bri, ficar dentro de casa não adianta em nada.
- A Nick está certa Bri, me tome como exemplo.
- Eu não quero ver ninguém hoje. Eu não estou no clima para festejar.
- Nem se for por causa de um homem Loiro, alto de olhos azuis, musculoso. Ash a provocava.
- Sorry, mas hoje eu prefiro ficar aqui... - Ai,como isso foi acontecer?
- Bri,vem,não fique pensando nisso..Nick insistia.
- Meninas, sério,podem ir vocês,eu quero ficar e descansar um pouco.
- Então nós vamos ficar com você. Ash dava a ideia.
- Eu agradeço Muito Girls, mas eu preciso desse tempo sozinha.
- Tem certeza?
- Tenho Ash, assim que vocês saírem apaguem a Luz por favor, quero acordar amanhã e ser eu novamente.
- Ok. Boa noite. Nick saía.
- Good Night Bri.
- Bye Nick,Ash. Puxava a coberta para Si.


.....




- Anda Jared. Molly gritava enquanto ele estacionava o carro na garagem do restaurante.
- Para de gritar. Jared se irritava. - Já não chega ficar chantageando, agora vai ficar com falta de educação? Saía do carro batendo a porta.
- Ai larga de ser chato, me abrace, vamos entrar.
- Você me dá pena.
- E você me dá tensão.
- Burra... Jared dizia baixinho enquanto subiam as escadas do restaurante.
- Molly,querida,quanto tempo. Uma conhecida a via entrar.
- Jane querida, não nós vemos desde a formatura.
- Isso mesmo, amei seu novo visual....
- Obrigada, estava na hora de mudar. Trocavam 3 beijinhos.
- Quem é esse com você?
- Meu namorado. Molly sorria.
- Uhhh, que namorado gostoso.
- Um Príncipe !!! Alisava o braço dele.
- Ah me conte como vocês se conheceram.
- Molly adoraria contar,sente-se conosco. Jared via a oportunidade perfeita de deixar Molly sem graça.
- Seria um prazer. Jane sorria.
- Por favor, deixe-me acompanha-la Senhorita. Jared dava o braço para ela.
- E cavalheiro. Jane sorria. - Acertou na loteria em Mollinha.
- Mollinha? Jared soltava sua famosa gargalhada.
- Jared. Molly o fuzilava com o olhar.
- Sorry, tentava se conter. - Por favor, sente-se. Jared puxava a cadeira para ela.
- Obrigada.
- Não vai puxar a minha? Molly se insinuava.
- Você tem mão, sete-se sozinha.
- Brincalhão. Molly se sentava.
- Mas então,onde os pombinhos se conheceram?
- Foi engraçado né amor.
- É. Jared respondia entediado.
- Eu estava na rua,ai minha chave caiu no chão, o Jared apareceu do nada e disse " Moça você prendeu sua chave"
- É perdeu. Jared a corrigia rindo da história maluca que ela inventava.
- É isso mesmo. Mas continuando,quando eu me virei ele disse: "Você é a mulher do meu Intestino." Jane e Jared se olhavam começando a gargalhar.- O que foi? Molly dizia na inocência.
- É destino, não Intestino. Jared voltava a gargalhar.
- Vou embora, Molly se levantava chorando. - Você acha que só por que é belo pode ficar fazendo chacota de mim? Não pode não. Saía correndo dali. Com certeza esse choro falso ela aprendeu com Lavínia, ótima instrutora não?
- Melhor você ir atrás dela. Jane ainda gargalhava.
- É melhor, de qualquer forma, foi um prazer. Jared saía apressado.
- E cada vez mais agente se surpreende com o mundo, Molly Loira? Com um homem desses? É o fim dos tempos mesmo. Jane ficava ali pensando.

Restaurante
......





- Dona Rene. Ash dizia descendo as escadas junto de Nick. - Tentamos de tudo,mas ela quer ficar sozinha.
- Vou subir e ver o que está acontecendo com ela, e mais uma vez, obrigada meninas.
- Por nada senhora Rene. Nick sorria. - Tenha uma boa noite. Saía da casa de Bri.
- Bye Senhora Rene. Ash saía logo em seguida. - Tadinha da Bri.
- Pois é,ela esta arrasada.
- E eu aposto que isso foi obra da,você sabe quem.
- Será?
- Dali, eu espero tudo.
- Você tem razão, e eu estava pensando. Caminhavam até o carro de Ash. - Se eles estão investigando a Bri por um fio de cabelo, será que vão nos investigar também? Tipo, ligação com a suspeita?
- Eu estava justamente pensando nisso.Quem fez isso, ou seja a "Coisa" fez pensando nas consequencias.
- E eu achando que este ano seria diferente sabe, faculdade,sem dramas,sem Lavínia,mas parece que tudo fica cada vez pior.
- Crazy Day, pra mim chega. Ash encostava no carro. - Achei que a ideia de festa, homens e sexo iria animar a Bri.
- Minutos antes de você voltar, ela estava dormindo, depois de me mostrar a Enciclopédia dela...
- Você viu? Ash gargalhava.
- Vi, ai ai... se abanava. - Cada homem, sabe que até me deu fogo... Nick gargalhava junto.
- Agora você sabe de onde ela tira tanto fogo.
- E é fogo pra mais de anos. Nick ainda gargalhava. - Mas apesar disso, sabe, ela está meio confusa com tudo.
- Não é para menos, mas você sabe, como Bri é Bri, amanhã ela irá acordar nos atormentando por causa de festa. Gargalhava.
- Não duvido. - Ash, vamos para o Grill?
- Ai Nick, eu prefiro ir para casa sabe, dormir, esquecer esse dia, e se não for pedir muito, esquecer de tudo...
- Mr. Falmer?
- Também,parece que as lembranças ficaram mais intensas, mas tem tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo sabe.
- Talvez seja por que o início das aulas está próximo.
- É, talvez. Você quer uma carona até o Grill? Eu posso te deixar lá.
- Não, tudo bem,eu vou andando, nem é longe, 15 minutinhos.
- Ok. Abraçava a amiga. Bye. Caminhava até o carro.
- Bye Ash, Kiss !!!!!

Relembrando: Look Nick

...


Gostou da minha surpresinha queridinha? Eu fiquei sabendo que os modelitos da prisão não possuem decotes, e não são nada curtos. XoXo Anonimo !!! Um Sms Chegava para Bri.
- OMG,Bitch! Isso só pode ser a peste da Lavínia. Vai achando que você irá me incriminar, eu acabo com sua raça antes mesmo de você arreganhar seus dentes de Cavala...
- Filha como você está? Rene entrava interrompendo os pensamentos de Bri.
- Injustiçada? Se sentava na cama.
- Ai querida, como pode um Fio de cabelo seu estar junto com os cabelos de Amy? Se sentava na cama ao lado de Bri.
- Eu não sei !!!! Como que isso foi acontecer?Eu nunca fui a casa da Amy.
- Eu sei que você não faria isso.
- Eu poderia ter dado uns tapas na cara de sonsa da Amy, por que ela acreditava que a filha era uma santa, mas matar, isso eu jamais faria.
- Bri !!!! Rene sorria. - Esse foi um dos erros da mãe dela, se preocupar muito com o trabalho, e deixar de lado seus deveres de casa, filha, marido....- Falando nisso, por que o Olivier a deixou?
- Eu não sei. Rene desconversava. - Tem tanto mistério naquela família.
- Hummm... Mas o que a Senhora acha disto tudo?
- Que alguém está tentando te incriminar. Rene a abraçava.
- Mãe. A menina iniciava um choro.
....

- Awesome. Ash parava seu carro em frente de casa. - O que ele veio fazer aqui? Pensava ao descer do carro. - O que você faz sentado no Jardim da minha casa?
- A Lav me contou tudo sobre você. Se levantava.
- Ótimo, assim eu não preciso me dar ao trabalho de falar nada. Ash dizia parada com a mão na cintura.
- Você ficou se fazendo de moça difícil. Sorria de lado. - Isso era só um joguinho seu.
- Jensen, não estou a fim de escutar mentiras vindas daquela Vadia, além do mais. Dava um sorriso. - Já está tarde, aconteceu tanta coisa durante esse dia, então, passar bem.... Passava por ele.
- Agora você vai ficar e escutar tudo. A puxava pelo braço.
- Me solta seu grosso,estúpido. Olhava nos olhos dele.
- Ah, com coisa que você não gosta de ser tratada assim.
- Cala essa sua boca. Ash apontava o dedo para ele.

Look Ash - Look Jensen 
.....





- Molly, espera. Jared corria até ela.
- Pra que? pra você ficar rindo mais?
- Me desculpe, é que você fala coisas que não tem como não rir.
- Me leve para casa agora.
- Tem certeza que não quer mesmo jantar?
- Não, agora entre dentro desse carro e me leve embora. Gritava.
- Tudo bem. Destravava o carro. Jared dava partida no carro e o silêncio permanecia no veículo, nenhuma palavra era dita, até chegarem na casa de Lav.
- Molly, eu não queria te ferir. Jared ficava com pena dela.
- Ah cala a boca. Saía do carro.
- Sério que você está chateada com isso? Descia do carro indo atrás dela.
- Não, na verdade eu só queria ser dramática, agora venha fazer algo mais últil, me beija Jared. Se pendurava no pescoço dele.
- Molly, você tem noção de quão doente é? Eu não sinto nada por você. A afastava
de si. - Eu nem tenho vontade de te beijar.
- Bom, então vou dar um telefonema. Abria a bolsa.
- Pode dar,me mande para a prisão.
- Ok. Molly pegava o celular e começava a discar. - Alô?
- Delegacia de East St Louise, qual o motivo de sua ligação?
- Eu gostaria de fazer uma...
- Espera Molly. Jared dizia nervoso. - Tudo bem, vem cá. Abria os braços.
- Ai me desculpa, era só trote mesmo, coisa daquele jogo, verdade ou desafio. Desligava o celular. - Gostoso. Molly se aproximava iniciando um beijo. - Agora sim. Boa Noite meu amor. Caminhava para a residência de Lav, rebolando diga-se de passagem.
- Meu Deus, eu não posso ficar com essa mulher maluca, eu tenho que me afastar dela, mas como? Jared entrava no carro pensando.......





- Eu? Me calar? só por que disse a verdade? Jensen sorria sarcásticamente.
- Eu não acredito que eu ia me envolver com você, que nojo. Ash aumentava o tom de voz. - Solta meu braço, está ficando vermelho.
- E se eu não soltar? Vai chamar os policiais e dizer que tentei te estuprar?
- Sai daqui. Vai embora. Ash berrava.
- Pode parar de fazer a menina inocente,eu já saquei a sua.
- Jensen,some daqui, vai atrás da Lavínia,vocês dois se merecem. O Olhava nos olhos.
- Pelo menos ela é uma mulher honrada. Não fica de joguinhos, se dissimulando, fingindo ser o que não é.
- Oh,e como é honrada... Ash Gargalhava. - Com certeza ela é uma santa, deveria estar no altar, que é onde santo fica. Se soltava.
- Como você consegue? Uma hora você tem esse sorriso, esse olhar... Jensen se aproximava.
- Ai Jensen,vai pro inferno. Ash se virava.
- Não,agora você vai ficar... A segurava pelo braço novamente.....




- Se você quiser Nick, podemos manr entregar o jantar em sua casa, já que está com pressa.
- Não precisa Chris. Nick sorria. - Na verdade, passei por que era caminho, e por que estava com vontade de tomar sorvete. Gargalhava.
- Ok, caso mude de ideia, é só ligar.
- Tudo bem, Bye Chris. Nick saía distraída do Grill.
- Me desculpe. Sou um desastrado mesmo.Você está bem?Jared tropeçava ao sair do carro, caindo em cima de Nick.
- Tudo bem,não foi nada. Sorria. - Na verdade,estaria melhor se você não fosse tão pesado.
- É o triste problema de ser quase uma girafa. Se levantava.
- Você não é uma girafa. Nick dizia diminuindo o tom de sua voz.
- Thanks. Dava a mão para ela se levantar.
- Me sujei toda, bem vinda de volta aos tempos de criança. Gargalhava.
- Você tem um lindo sorriso. Jared admirava a moça.
- Thanks. Ficava vermelha.
- Você não quer limpar isso? Digo, é o mínimo que posso fazer.
- Não precisa, minha casa não é tão longe.
- Minha casa é só atravessar a praça, a primeira rua depois. Jared abria um sorriso, na verdade, aquele sorriso que fazia suas covinhas ficarem em evidencia.
- Hummm. Pensava. - Se você estava entrando no Grill, obviamente iria jantar. Não quero atrapalhar.
- Não, eu acabei de jantar, eu só ia comprar algumas balas de goma. Sorria envergonhado.
- Eu adoro essas balas. Gargalhava da cara que ele fazia.
- Espera aqui. Jared entrava no Grill e rapidamente saia com vários pacotinhos de bala. - Bom, para compensar a roupa suja. Jared entregava alguns pacotes para Nick.
- Você é maluco. Sorria.
- E então, aceita minha oferta de limpeza? Olha que as formigas vão juntar em você.
- Errr....
- Tudo bem,eu não sou assassino ou coisa do tipo.
- Percebe-se. O olhava de cima embaixo, e por alguma razão, qual será hein Nick? Se lembrava da Enciclopédia de Bri. - Tudo bem, estou toda melecada mesmo. Olhava para as pontas do cabelo.

- A, propósito, me chamo Jared. Ele estendia a mão.
- Prazer, Nickole,mas pode me chamar de Nick. Apertava a mão dele.....




- Solta meu braço, eu já disse, você está me machucando. Ash tentava se soltar.
- Tá na hora de você escutar umas verdades.
- Ah é? Ash dizia cinicamente.
- Você achou que iria repetir a historia de novo?
- Hã? Que Historia? Além de grosso agora é burro?
- Não se faça de desentendida,sabe, eu achava que você fosse uma pessoa direita, de família, que iria valer a pena eu ficar correndo atrás de você,meu amigo mesmo disse,"Dude ela é especial,ela tem um jeito espontâneo, um Brilho,uma áurea que é difícil de encontrar hoje" ...
- Pelo menos um não é idiota. Conseguia soltar seu braço.
- Mas agora eu vejo que ele estava enganado,Você não passa de uma Bitch, como disse a Lav. Você com esse seu rostinho perfeito engana todo mundo, mas não vai enganar a mim...
- Seu Cretino. Ash tentava dar um tapa em Jensen, que rapidamente segurava a mão dela.
- Nada de bater nesse rostinho aqui. Você é apenas mais uma dessas garotinhas mimadinhas, que brincam com os sentimentos dos outros, e depois quando já se satisfazem, nos descartam. Imagina a vergonha que sua família,que seu pai deve, na verdade, deveria ter de você.
- Cala essa sua boca. Ash dava um chute nas partes baixas do rapaz. - Nunca mais fale comigo. Olhava seriamente nos olhos dele. -E nunca mais mencione o nome do meu Pai. Gritava. - Nunca mais. Saía dali correndo entrando dentro de casa, deixando Jensen de joelhos, sentindo a dor do chute, somente do chute? Pobre Jensen, servindo de fantoche para Lavínia.......




- Se o apartamento estiver bagunçado, não repare, e se tiver roupas jogadas pela casa, também não repare. Jared destrancava a porta de sua residencia.
- Tudo bem. Sorria.
- Milagre, não tem nada jogado. Gargalhava. - Por favor. Jared fazia sinal para Nick entrar.
- Lindo apartamento. Nick olhava em volta.
- Thanks, agora, você deve querer saber onde é o banheiro certo?
- Uhun. Balançava a cabeça concordando.
- Me acompanhe. A levava até o Banheiro principal. - Aqui, pode entrar. Tem toalha limpa dentro do armário, e os produtos de higiene estão ai também, sinta-se a vontade. Saía dali.
- Obrigada. Trancava a porta.

Jared se sentava no sofá da sala pensando na mulher que estava usando seu banheiro, o sorriso meigo dela, o brilho no olhar, o jeito de menina frágil....

- Jared,eu fui ligar o chuveiro e ele não quer esquentar. Nick saia do banheiro enrolada em uma toalha.
- Deixa eu ver o que aconteceu. Caminhavam de volta para o banheiro.
- Você mora sozinho? Nick se encostava na bancada de frente para o espelho, olhando os braços daquele homem, aquelas veias estufadas...
- Não,tem um amigo meu que mora aqui também. Jared mexia no chuveiro.
- Nunca te vi na cidade. Você é novo por aqui?
- Sim, moro aqui há pouco menos de 1 mês...
- Nice.
- Pronto, o chuveiro estava desligado. Jared gargalhava.
- Explicado o por que da água fria.
- Errrr... Jared coçava a cabeça. - Você tem namorado? Se aproximava de Nick.
- Não, por que? Nick mordia os lábios.
- Por isso... Jared se aproximava, começando a beijar o pescoço dela, dando leves mordidas, Nick ficava completamente sem reação, e deixava ele se "aproveitar".
- Espera. Nick o afastava de si. - Você tem namorada?
- Não....
- Good. Nick o puxava de volta iniciando um beijo, um beijo carinhoso, que logo começava com passadas de mãos, da parte de Nick é claro, ela enfiava suas mãos por dentro da camisa dele, dando leves arranhões em suas costas. Jared Rapidamente se livrava da camisa,deixando a garota maravilhada com aquele abdómen, aquele peitoral...
- Você tem certeza? Jared a olhava.
- Tenho. Nick dizia ofegante. - Vem. Ela o puxava para debaixo do chuveiro, perdendo sua toalha no meio do percurso.Jared se livrava daquilo que o mantinha vestido, prensando a moça na parede, começando a percorrer com as mãos aquele corpo. Nick o beijava fogosamente,Jared retribuía os beijos dando leves mordidas nos lábios dela. Nick começava a brincar com o órgão do rapaz, mexendo-o numa velocidade rápida, hora diminuindo e hora aumentando, Jared por sinal sentia um enorme prazer, e antes que pudesse chegar ao ápice, ele começava a descer seus beijos vagarosamente, chegando até as intimidades da garota, iniciando o sexo oral, fazendo-a soltar alguns gemidos de prazer, antes de chegar ao Climáx, com aquele homem fazendo delírios com a língua, Nick puxava Jared pelos cabelos, fazendo-o subir a olhando nos olhos, a menina confirmava com a cabeça, e Jared começava a penetrá-la. Nick sentia um prazer inexplicável, que homem era esse? de onde ele saiu? e pior, por que ela está fazendo sexo com um estranho? alguém que conheceu a menos de 1 hora? Seria esse o santo poder da Enciclopédia da Bri? Jared intensificava os movimentos até chegarem juntos no êxtase final.


....




- Ashley, está tudo bem? Lilly a via passar feito um furacão pelo sala. - O Jantar vai ser servido....
- Está tudo bem Mommy, e eu não estou com fome. Subia as escadas correndo e pensando em tudo que Jensen lhe dissera, "como ele teve a coragem de fazer isso?
Quem ele pensa que é para achar alguma coisa de mim? Ele não tem o direito de falar essas coisas, Henri nunca fez isso comigo... Henri... Deixava algumas lágrimas cair.
- Por que tudo teve que ser assim? por que ele me deixou? Ash entrava dentro de seu quarto e trancava a porta. - E agora vem esse idiota do Jensen, e como se não bastasse tem a "Coisa"... Se deitava na cama.
- Eu nunca mais quero ver a cara desse imbecil, como ele ousa falar do meu Pai?"



Flash Back On
- Henri? Ash batia na porta do apartamento dele.
- Ash. Abria um sorriso ao vê-la. - Entre, você veio por que?
- Eu sei que não marcamos nada, e que você tem provas para corrigir, mas a Nick está ocupado como Ben, Bri bom, deve estar atrás de alguém. Gargalhava. - Então eu vim aqui observar você. Sorria com o olhar.
- Humm, mas já que você está aqui. Se aproximava dela iniciando um beijo. - Você bem que, dava um selinho, - Poderia me ajudar a corrigir algumas provas.
- Com essa carinha de pidão, como vou negar? Sorria olhando naquele lindo par de olhos azuis.
- I Love You !!! Colocava suas mãos no rosto dela.
- I Love you Too !!!! Iniciava um beijo. - Sabe, se afastava. - Eu sempre achei que amor fosse algo de livros de romance, e você me provou o contrário.
- E como é estar apaixonada?
- Eu me sinto segura, protegida, quando estou com você nada mais importa, parece que o tempo para,e que tudo se resume ao que nós sentimos, ao momento. É algo mágico. Sorria para ele.
- As vezes eu sinto que te privo de muitas coisas, as vezes acho que sou egoísta por manter esse relacionamento as escondidas, sendo seu professor...
- Não, não pense nisso, nós vamos passar por isso, só mais Um mês, e eu me formo, e depois, vamos poder sair por aí juntos. Ash dava aquele sorriso sincero, sorriso qual fazia Henri acreditar nas palavras que ela dissera.
- Eu amo cada parte sua, esse seu otimismo com tudo, a sua simplicidade, Seu brilho, sua espontaneidade, seu sorriso, seu perfume, suas expressões. Acariciava a face dela. - Você é tão especial e tão importante para mim.
- Eu Te Amo, e sempre irei. Ash iniciava um beijo.
- Quer saber, vamos deixar tudo pra lá e.... Henri sorria perfeitamente.
- Eu concordo. Ash voltava a beijá-lo, enquanto ele a pegava no colo, levando-a para seu quarto....

Flash Back Off.
- Ai Henri, por que você foi embora? Ash deixava algumas lágrimas cair pelo seu rosto. - Eu deveria ter ido até seu apartamento junto de você naquele dia. - Por que você fica rondando meus pensamentos? Abraçava uma almofada qualquer que estava na cama. - Acho que eu tento me enganar dizendo que você é passado, mas se fosse, eu não me lembraria mais desses momentos,eu não me lembraria de ti. Você me amava pelo que eu sou,conhecia cada pedaço meu. Ash limpava as lágrimas,dando lugar para mais outras
descerem. - Você nunca fez grosseirias comigo,nunca me julgou, sempre olhou para mim com aquele olhar de apaixonado, aquele olhar de admiração. Por que tudo tinha que dar errado? Era para nós dois estarmos andando por ai,sendo felizes,sendo namorados,se amando. Continuava chorando. Jensen disse coisas que Ash nunca precisaria escutar, e isso foi o que precisou para fazer várias lembranças virem a tona, lembranças de bons momentos, momentos que viveu com Henri, momentos que talvez nunca mais irão se repetir.
Share this article :

2 comentários:

  1. Nossa acabei de ler e que capítulo maravilhoso. Sério essa Fic é cheia de capítulo UM MELHOR QUE O OUTRO.

    Cena final foi impossível não chorar junto da Ash, coitada, que raivinha do Jensen. Saudades do Henri na Fic, ele volta? ou não?

    Nick e Jared só na pegação Hot, nossa amei. Casal lindo de mais. Santa enciclopédia. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Bri coitada, ele ficou pra baixo msm, tomara que ela não fique toda depre, por que eu sinto falta das palhaçadas dela.

    Um cap sem a Lav aparecer muito, mas a Vadia é tão má que faz todo mundo sofrer mesmo de longe, seja com mentiras e consequencias dela, ou com mensagem de texto.

    Molly fez o papel de vadia no Cap, ri muito dela, o projetinho de vilã mal feita. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. "Você é a mulher do Meu Intestino" Morri aqui de tanto rir. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Amei todos os Looks, tbm prefiro o antigo Look da Molly, Ai que música Linda essa da cena da Ash.

    Ai Deus e agora como faz pra chegar a próxima quarta?

    Fabi

    ResponderExcluir
  2. Poude ler só agora, as vamos lá.

    Gente to passada com essa da Bri, e culpa de quem? Da Jararaca, ai que mulherzinha ordinária.

    Jared e Nick na pegação Hot, adorei, formam um belo casal.

    Molly e Jared, ri muito com ele tirando sarro dela. bem feito, mas ela nem ligou de verdade não passou de encenação, Aprendiz de vilã.

    Bri coitada se tá recusando homem a coisa tá feia emsmo. gente essa enciclopédia to rindo tanto aqui.

    A cena do Jensen e da Ash, nossa muito triste, me deu uma angustia junto dela no Fim.

    Ah chega logo quarta.

    ResponderExcluir

 
Support : Your Link | Your Link | Your Link
Copyright © 2013. Supernatural Family | Here's Your Family. - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger