Home » » Kill All The Secrets - Capítulo 1.19 - "I Am Not So Silly"

Kill All The Secrets - Capítulo 1.19 - "I Am Not So Silly"



Nome: Kill All The Secrets (Mate Todos Os Segredos).

Número de Temporadas: 3.

Capítulo: 1.18 -  "I Am Not So Silly" ( Eu Não Sou Tão Boba) .

Classificação : 18+ - Contem cenas de violência,mortes,sexo,insinuações...

Gênero : Drama,Comédia,Mistério...

Autora: Laura.

Personagens: Ashley (Principal) Brittany (Principal) Nickole (Principal) Lavínia (Vilã) Molly (Coadjuvante) Henri (Principal) Jensen (Principal ) Jared (Principal) Ben (Secundário) Chad (Coadjuvante) Lilly (Secundário) Cecy (Secundário) Rene (Secundário) Annie (Secundário) ....

Sinopse: O que acontece quando uma manipuladora resolve fazer da vida de 3 garotas um Inferno? Ashley (Ash), Brittany (Bri) e Nickole (Nick),poderiam ser o tipo de adolescentes normais,se não fosse por Lavínia (Lav),que faz de tudo para arruinar a vida dessas 3 garotas.O motivo de tanto ódio? Ninguém sabe.Mas Ash,Bri e Nick são tão inocentes assim? Ash talvez tenha tomado uma difícil decisão e acabou se apaixonando pelo seu professor.Estaria Nick Prestes a conhecer o amor da sua vida? E Bri? O que o futuro a reserva? É melhor você ler para matar todos os segredos que " Kill All The Secrets" te reserva...Poderia o amor aparecer no meio de tanta maldade? Poderia esse ambiente ser saudável para Jensen e Jared viverem uma vida tranquila?

Considerações: Quando tiver o player nas cenas serão as músicas das cenas,acho que não tem necessidade de ficar colocando toda hora "música da cena",mas como este é o primeiro capítulo tudo Ok.Ainda Sobre as músicas,quando uma cena não tiver música,aproveite a música da cena passada (Até a cena que tiver um novo player),por que eu escolho as músicas pensando nisso.
Onde estiver Look (Exemplo,Look Ashley,Look Das garotas),vocês podem clicar para visualizarem a roupa dos personagens.E quando estiver Casa da Ashley,carro,escola,podem clicar para visualizarem o local onde a cena ocorreu !!!!

.............................................................................................................





- Velho Maldito. Lav ficava no Escritório por algumas horas pensando, Harry depois de ter exibido o Vídeo, Deixou-a sozinha. - Aposto que Mãezinha está rindo do Inferno, Vadia. Se levantava da cadeira. - Que ódio. Colocava Whisky no copo. - Para você mamãe. Jogava um pouco no chão. - Para não dizer que eu nunca compartilhei nada com a Senhora. Gargalhava. - Well. Tomava tudo de uma vez só. - Se o velho quer me namorar, vamos dar esse gostinho para ele. Saía do Escritório.
- Karl. Gritava.
- Sim Madame. Chegava correndo na sala.
- Onde está o Harry?
- Isso responde sua pergunta? O via descer as escadas.
- Harry, posso saber onde você vai? Percebia que ele havia trocado de roupa.
- Bom, vou procurar a Ashley, ela deve estar na faculdade daqui certo? Dizia cinicamente.
- Procurar ela para que?
- Tenho algo interessante para mostrar a ela, tenho certeza que ela não vai ser mão de vaca. Parava de frente para Lav.

Relembrando: Look Lav
.......



- Para a próxima aula não esqueçam de ler as páginas de 1 à 10 do capítulo 3. Mr. Ackles dizia no final da aula.
- Ashley , você está bem mesmo? Ontem no hospital não deixaram eu te ver. Annie saía da sala juntamente com Ash.
- Estou sim. Passava por Jensen, que guardava suas coisas na bolsa. - Estava indo tanta gente me ver. Sorria. - Que eu pedi para não deixar mais ninguém entrar.
- Ah sim, mas achei que você nem iria vir. Caminhavam no corredor.
- Ah decidi vir Annie,ficar dentro de casa atoa não dá.
- Concordo. Paravam de frente ao armário.
- Ash . Nick chegava aflita. - O Jared me disse que aquela pessoa, largou da jararaca. Nick evitava nomes ao perceber a presença de Annie.
- Ok, já vou indo, não quero ser empecilho para o assunto. Annie fechava seu armário e saía rapidamente.
- Bye Annie, até amanhã.
- Até amanhã. Se virava para trás dando tchauzinho.
- Onde ele te disse isso?
- Ficamos trocando mensagens no último período por quase 20 minutos.
- Awww, que casalsinho mais cute. Ash debochava.
- Ashley posso falar com você por um segundo? Jensen a chamava na porta da sala de aula.
- Você sabe que não precisa ir. Nick dizia.
- Eu vou. Ash caminhava até Ele.

Relembrando: Look Ash
Look Nick
....

- Não precisa ir Harry querido, depois você resolve isso com ela. Lav disfarçava.
- Por que não deveria ir agora?
- Por que eu ia te apresentar para a Karl como meu namorado. Sorria falsamente para ele. - Karl esse é meu novo namorado,quando eu fui para L.A., tive um caso com ele. Nós nos acertamos de novo,e eu quero que você o trate muito bem.
- Fico feliz pela Senhora Dona Lavínia. Sorria.
- Awww, meu anjo de candura. Se aproximava acariciando a face dela.
- Então, vamos fazer umas comprinhas. Lav fingia felicidade.
- Sabe Lav, mudei de ideia.
- Hã?
- Ah pra que sairmos hoje, vamos ficar e aproveitar o resto desse dia.
- Aqui não tem nada de interessante para fazer. Ela desconversava.
- Cama, quarto,comida, isso sim é interessante.
- Ok. Ela fingia um sorriso forçado. - Vamos. Subia as escadas com a maior cara de nojo possível.

.....



- Ash. Jensen a via entrar na sala. - Nós não tínhamos um combinado? Dizia encostado na mesa.
- Mr. Ackles, isso não era uma boa idéia. Fechava a porta.
- Por que você está sendo tão fria comigo?
- Eu não estou sendo fria. Se aproximava dele. - Estou te tratando com o respeito que uma aluna deve ter.
- Mas.... Era interrompido.
- Jensen, nós colocamos um ponto final nisso,lembra?
- Não,isso não pode acontecer agora.
- Como?
- Ash me conte tudo sobre você, Lav.
- Pra que? Para você começar a me insultar? Dizia calmamente.
- Eu juro que não vou. A olhava nos olhos.
- Ok,Vem. Se sentavam de frente para o outro.
- Então, de onde vem essa sua briga com a Lav.
- Eu não sei,eu nunca fiz nada para ela, os insultos sempre partem dela.Quando meu pai morreu ...

Flash Back On

- Sabe. Ash se agachava na lápide do Pai. - Agente cresce achando que nosso Pai é o Superman. Lágrimas começavam a descer. - Que nada nem ninguém pode destruir, que a morte, é algo bobo, que com agente, isso jamais irá acontecer, mas ai acontece uma fatalidade, e todos os sonhos, planos, se desmoronam, e você se sente vazia, desamparada... Começava um Intenso choro. - Sempre tive orgulho de você Pai. Colocava Orquídeas Brancas em cima da lápide.
- Mas tenho certeza que ele não tinha orgulho algum de você. Lav aparecia com seu ar de superioridade, e com seu sorriso falso também.

Look Ash 
Look Lav
Cemitério

- Lav. Ash se virava para trás. - Não aqui, respeite pelo menos este momento.
- Mas eu estou respeitando. Gargalhava. - É rara a oportunidade de te ver por Baixo Querida.
- Qual o seu problema? Ash se levantava. - É tão difícil para você assim mostrar um pouco de humanidade? Limpava as lágrimas que corriam por sua face.
- Qual o meu problema? Hummm. Pensava. - Ah Ashley querida, não se faça de sonsa, são tantos. Dizia Cinicamente.
- Quer saber, vou me retirar, olhar pra essa sua cara me dá nojo. Passava por Lav.
- Eu ainda não terminei queridinha. A segurava pelo braço. - De hoje em diante. A olhava nos olhos. - Vou me certificar de transformar sua vida um inferno. A olhava nos olhos.
- Terminou? Se soltava. - Por que eu não vou brigar com você aqui, diante do Túmulo do Meu Pai.
- Eu juro que enquanto você não estiver na Lama, na Sarjeta, eu não paro. Sorria com o olhar.
- Boa Sorte. Ash se virava e saía caminhando, largando Lav Ali...

Flash Back Off

- Eu não deveria ter tocado no assunto. Jensen via algumas lágrimas cair pela face de Ash.
- Tudo bem. Sorria. - Eu precisava contar sobre esse dia, para você tentar entender algo, por que até hoje, eu não entendo, sempre foi algo tão sem sentido.  Respirava fundo. - E depois da morte do meu pai, ela ficou mais maluca do que nunca. Por Sorte eu e minha mãe fomos morar na França.
- Eu entendo, e sinto muito. Jensen limpava as lágrimas dela.
- Thanks. Pegava nas mãos dele. - Quando voltei, ela cumpriu a promessa,e começou a infernizar,só que ao contrário de antes, eu comecei a revidar as provocações, brigas,até que chegou o dia da formatura, e ela revelou segredos.
- O seu caso com o Hen - ri. Gaguejava um pouco.
- Isso, mas toda nossa historia, não aconteceu como te disseram,tudo que eu e ele vivemos foi real,não foi por notas, nem forçado,apenas aconteceu. Eu conheci ele no Grill no dia em que voltei da Inglaterra, não sabia que ele seria meu professor. Ash olhava nos olhos de Jensen.
- Você o Amava?
- Uhun. Confirmava balançando a cabeça.
- Então...
- Meu Celular. Ash escutava o Bip.  "Reitor está indo para a sala" . Nick mandava um Sms . - Depois agente termina essa conversa,o Reitor está vindo. Ash se levantava rapidamente.
- Ok.
- Na biblioteca,Bye. Saía da sala.

Look Jensen 
....

- Vai ser uma Pena ter que deixar essa delícia em Paz. Molly saía do Edifício de Jared. - Por enquanto. Gargalhava. - Pontual. Molly via um carro Cinza escuro estacionar em um Beco. - Chad, que bom que veio o mais rápido possível. entrava no carro.
- Você fez sexo mesmo com ele? Levantava as sobrancelhas.
- Fiz, e foi maravilhoso. Se acomodava no banco da frente.
- Que porra Molly, pra que isso? Não podia ter dado o pé na bunda dele?
- Ai vamos parando Chad, você sabe muito bem o por que. Olhava para ele. - Além do mais, ele não é tão bom como você. O puxava para si, iniciando um caloroso beijo.
- Então ele não é tão bom assim? Parava o beijo exibindo um sorriso no rosto.
- Bom, ele é, só que ele não tem o seu charme, o seu sex appeal, esse ar de Bad Boy. Contornava o peitoral dele com os dedo. - O que você conseguiu com a Bri?
- Não Muito, elas realmente suspeitam que essas cosias estranhas que andam acontecendo, são de autoria da Lav, Mas não suspeitam de tudo. Olhava no retrovisor do carro.
- Então é melhor elas não suspeitarem, e sim terem a certeza. Gargalhava.
- O que essa sua mente  diabólica está tramando?
- Você verá.
- Mas nós não iríamos proteger a Lav?
- Mudança de planos, aquela vadia não merece consideração alguma. Mostrava o olho roxo.
- Foi ela?
- Uhun, e alem do mais, as maldades que ela anda fazendo, estão indo longe de mais, e se nós não a detemos agora, vai sobrar para mim.
- E agora virou briga de cachorro grande. Sorria.
- Virou sim,Por isso que adoro me fingir de songa,ninguém nunca vai suspeitar que a pobre Molly sabe das coisas. Gargalhava.
- E por isso eu amo você. Se aproximava dela iniciando um beijo.

Relembrando: Look Molly
Look Chad
Carro Chad/Beco/Vista Do Apartamento Dos J's
....

- Já que estamos vivendo um momento de Sinceridade. Lav penteava seus cabelos em frente a penteadeira. - Onde você achou esse vídeo? Olhava para Harry que estava deitado na cama pelo espelho.
- Digo depois que fizermos sexo. Sorria cafajestemente para ela.
- Então. Ela se levantava da cadeira. - Continue ai deitado, vire para o lado, e aproveite para dormir, por que eu não vou me deitar com você, não mais.Parava nos pés da cama, olhando para ele.
- Tudo bem, não vou exigir isso de você, apenas o seu dinheiro me basta.
- Vai contar ou não?
- Ok, no quarto onde fiquei, atrás do quadro que fica em cima da Cabeceira da cama tem um Monitor, onde mostra tudo que acontece na sala.
- Interessante, aposto que a Velha colocou isso ali sem dizer nada. Sorte minha que a Polícia como sempre faz um serviço de quinta. Gargalhava.
- Não fique se vangloriando Lav, ninguém guarda um segredo para sempre.
- Ah queridinho. Se sentava na beirada da cama. - Todos tem um preço, e eu sei que você deve ter um, vou refazer a oferta, quanto você quer por este vídeo?
- Meu Anjinho Bondoso de Candura, você não vai se livrar tão fácil de mim.
- O que você ganha ficando aqui? Cruzava as pernas.
- Sua Infelicidade, Derrota, Falência... Enumerava nos dedos.
- Nossa, quanto rancor. Fingia indignação.
- Você nem imagina quanto, você acabou com minha vida, nada mais justo que eu acabar com a sua também. Gargalhava.
- Velho imundo. Aumentava o tom de voz. - Well, mas já que gente velha tem problema de reumatismo e gosta de ficar em baixo das cobertas, eu vou sair, ir no Grill, ver gente Nova. Se você quiser ficar, será um favor. Saí do quarto batendo a porta.
- Espera Lav, eu vou. Gritava.

.....

- Jared. Nick batia na porta do apartamento dele.
- Nick. Abria um sorriso. - Que bom ver você. A abraçava.
- Bom ver você também. O olhava nos olhos.
- Por favor, entre.
- Thanks. Se sentava no sofá.
- Você quer alguma coisa para beber, comer?
- Não, estou bem assim. Sorria. - Ah, Jensen e Ash estavam conversando, pelo menos até a hora que eu sai do Campus.

Relembrando: Look Jared

- Se acertaram? Se sentava no sofá de frente para ela.
- Bom, se tratando da Ash, tudo é possível. Gargalhava. - Ela é algo indecifrável em questões de relacionamento.
- Como? Gargalhava.
- É que tem o Mr. Falmer, ele foi sabe, o primeiro amor, e algo que deu certo e durou por um bom tempo, isso foi algo que ela nunca teve. E agora tem o Jensen, um cara totalmente estranho para ela, mas ao mesmo tempo eu vejo as faíscas entre os dois, e ela gosta do seu amigo.
- Hummm. Dizia pensativo. - Ela deve estar dividida.
- Por aí.
- Bom, eu preciso te contar algo. Jared mudava suas expressões e logo ficava sério.
- Ihh, o que aconteceu? Se preocupava.
- A Molly esteve aqui mais cedo. Se levantava.
- Estou sentindo um "E" chegar.
- E você sabe, ela tem algo contra mim, mas ela me deu uma alternativa para não me chantagear mais.
- E o que foi? Dinheiro? Cueca para fazer macumba?
- Er.... respirava fundo. - Disse que se eu fizesse sexo com Ela, nunca mais me incomodaria ou me chantagearia novamente. Dizia rapidamente.
- Eu.... Nick se levantava. - Acho que vir aqui foi uma péssima ideia. Passava por ele.
- Você está chateada comigo? A segurava pelo braço.
- Como já disse, é a sua vida, e eu não sou ninguém nela para te dizer o que fazer. Saía dali.
.....



- What The Hell ? Ash chegava na Biblioteca e via Bri sendo prensada na parede perto de sua mesa por algum Aluno. - Bri, sua maluca.
- O que? Olhava por cima dos Ombros do Garoto. - Eu estou precisando. Voltava a beijar o Rapaz.
- O Reitor está vindo. Ash a provocava.
- Melhor eu ir. O garoto soltava saindo rapidamente dali.
- Depois agente continua David. Mordia os lábios sorrindo. - Maldito Reitor, sempre ele para acabar com minha diversão. Fazia bico.
- Ele não está vindo. Gargalhava. - Mas você sabe que isso poderia acontecer.
- Chamaria ele por educação para participar de um Ménage. Gargalhava.
- O que você está pensando que isso aqui é Bri? Motel? Casa de Esquina?
- Ué. Sentava na mesa. - Se bem que não seria uma má idéia. Mordia o dedo imaginando "Coisas"
- Hello Bri,acorda.
- Ah Ash,você fica ai de casinhos nos corredores, isso excita sabe.
- Meu Deus,eu não escutei isso. Dizia rindo.
- Jensen gostoso Hot entrando. Bri piscava pra ele.
- Para de fogo. Ash ria da cara que ela fazia.
- Chata. Mostrava língua. - Dessa vez eu verei tudo que acontecer. Dizia indo em direção a fileira de livros.
- Hey Ash,então, vamos terminar nossa conversa? Ficava de frente para ela.
- Ok. Vem. O Puxava para fora.
- Espera. Por que não podemos conversar aqui?
- Por que tem gente abelhuda de orelha em pé. Ash gritava para Bri escutar.
- Ah sim, a sua amiga. Dizia pensativo. - Acho melhor você ir para lá primeiro.
- Ok,estarei lá no Grill. Saia dali.

Relembrando: Look Bri
Aluno/David
....



- Espera. Chad parava o beijo. - Tem algo me intrigando.
- Diga. Molly o olhava.
- Por que iremos nos livrar da Lav agora?
- Como te disse, cansei de ser humilhada por ela, e depois de ter sido espancada, foi o fim.
- Claro que não foi só isso, você já aguentou coisa bem pior. Sorria.
- Bom, apareceu um tal de Harry , "Amante" da Lav, da época que ela dizia para todos que estava em Paris, mas na verdade estava em Los Angeles.
- E o que tem esse amante de tão especial?
- Além de ser velho, ela destruiu a vida dele, sabe a Warner Bros que faliu? - Então, ele era o Dono, e a Lav fez ele assinar papéis de transações. Resultado, ficou falido, e a Ex Mulher dele descobriu que ele mantinha casos fora do casamento.
- Uau. Chad dizia surpreso.
- A Ex mulher desse Harry ficou com o que sobrou de sua fortuna. E agora ele quis vir se vingar da Lav.
- Ok, mas o que você pode ter dito para ele fazer a Lav aceitar tudo que quiser?
- Bom, assim que ele chegou, eu percebi as verdadeiras intenções dele, e rapidamente vi que ele poderia ser útil, então eu comecei a contar os podres da Lav para ele, e como a sorte estava sorrindo para Mim, a Karl havia saído. Gargalhava.
- E....?
- Eu perguntei se ele sabia das mortes que andavam acontecendo na cidade, e ele disse que já havia pesquisado Muita coisa antes de Vir para East St. Louise.
- Molly, você contou para ele que a Lav matou a Amy? Chad dizia rapidamente.
- Sim, e até mostrei a câmera de segurança que fica na sala. Gargalhava.
- Câmera de segurança? Ficava surpreso.
- Sim, eu mesma mandei instalar, a Sra. Amy viajou durante alguns dias antes da Lav voltar de Los Angeles para a Formatura, e eu aproveitei, por que sabia que a Lavínia iria querer se vingar,só não achei que seria aos extremos.
- Você não vale nada. Chad dizia sensualmente.
- Mas voltando ao assunto, a Lav não quis ceder as chantagens do Harry de primeira.
- Já era de se esperar.
- E hoje cedo ela me bateu, e eu fiquei com tanto ódio que eu coloquei em baixo da porta do quarto que o Harry está ficando, uma cópia do Dvd, Estrelando, "Lav Matando Amy ". Dentro do Dvd tinha algumas anotações com o Lugar da Camera, que por sinal, fica no quarto onde ele está.
- Você é pior do que eu pensava. Chad voltava a beijá-la.

.....



- Não acredito que estou vindo aqui com você. Lav se sentava em uma mesa do Grill.
- Quer dizer que eu era uma ótima companhia enquanto tinha dinheiro? Se sentava de frente para ela.
- Basicamente, sim.
- Qual o pedido de vocês? O garçom chegava.
- Um café preto e bem forte, sem açúcar.
- E o Senhor? Garçom se virava para ele.
- Dois Croissants e um Cappuccino.
- Já trago o pedido de vocês. Saía dali.
- Obrigado. Sorria. - Lav, você não agradece ao garçom?
- Olhe bem para minha cara de quem fala com essa classe Inferior. O fuzilava com o olhar.
- Lav, quem é esse? Uma conhecida dela parava em frente a mesa.
- Não é da sua conta Nelly. Sorria falsamente para ela.
- Ah Lav, que grosseria, eu sou Harry. Estendia a mão. - Novo namorado dela.
- Fico feliz por você dois. Sorria.
- Feliz ficaria eu se você se retirasse daqui.
- Ah, não liga para ela Nelly. Harry sorria. - O meu Anjinho está com vergonha por eu ser o Ursão peludão e gostosão dela.
- Ah sim. Tentava não rir.
- Harry. O chutava com força em baixo da mesa. - Antes que você queira fazer a jornalista fofoqueira e queira saber no que ele trabalha. Lav olhava Nelly. -  Ele está aposentado, mas era o Dono da Warner Bros. Dizia com seu ar superior.
- Nossa ser grosseira. Saía dali.

- Quem é esse Lav ? Ash chegava no estabelecimento. - Seu Avó veio te fazer uma visita? Sorria .
- Não, sou o namorado dela. Harry respondia com maior sorriso.
- Hummm. Debochava. - Que coisa feia Lav, assaltando o Asilo.
- Mesmo que eu tivesse assaltado, isso não é da sua conta Vadia.
- Hey. Harry dizia sério, olhando para Lav. - Não seja grossa com este Exemplo de Mulher.
- Exemplo é o...
- Olha o palavreado Mocinha. Harry a repreendia. - Agora eu sei o por que você tem inveja dela. A provocava.
- Bye Lav. Ah, caso seja do seu interesse,na Farmácia ali da esquina tem Fralda Geriatrica. Saía dali, se sentando de costas em uma mesa não muito longe.

....

- Well, hora de conquistar a amizade da Lav novamente. Molly retocava sua Maquiagem olhando no espelhinho que estava dentro de sua bolsa.
- E você acha que ela vai acreditar, ou querer sua amizade?
- A Lav acha que eu sou uma songa, claro que vai. Gargalhava.
- Ok, quanto mais bobos ficarmos nessa historia, melhor será.
- E você tente ficar o mais próximo possível da Bri.
- Pode deixar, toda informação que tivermos é ouro, temos que estar um passo a frente dos dois lados. Sorria de lado.
- Exato. Molly arrumava a franja de seu cabelo. - E agora, hora de voltar ao papel de songa.
- Molly, quanto é Dois mais Dois? Chad gargalhava.
- Ai, não me faça pergunta difícil, você sabe que eu nunca fui boa com Algema.
- É álgebra sua anta.
- Você sabe que eu sou meia lerdinha. Exibia seu olhar de lerda.
- Como você consegue ser tão dissimulada? Chad gargalhava da situação.

....

- Jensen. Lav acenava ao vê-lo entrar no Grill.
- Que dia proveitoso, mal cheguei e já conheço quase todo mundo. Harry se virava para trás o vendo se aproximar.
- Jensen, eu queria me desculpar... Ela se levantava da mesa.
- Boa tarde. Comprimentava Harry, e sorria sem graça para Lav, passando pela mesa deles rapidamente.
- Está vendo, nem ele te quer. Harry sorria.
- Culpa sua velho. Se sentava sem graça.



- Advinha? Jensen tapava os olhos de Ash com as mãos.
- Dean Winchester? Dizia pensativa.
- Sem graça. Se sentava de frente para ela. - Você via a série?
- Não, o Jared que acabou me contando. - Raramente eu assisto Programas na Tv. Sorria.
- Menos mal. Sorria junto.
- Mais eu ainda verei os episódio que foram lançados.
- Ok, me diga quando que eu verei junto.
- Combinado. Guardava seu Iphone na bolsa.
- Então.... Tentava voltar no assunto.
- Então, sobre tudo que eu te disse, você acredita em algo? Dizia receosa.
- Acredito. E eu lhe devo um pedido de desculpas, na verdade vários. Ficava sério.
- Por? Dizia pensativa.
- As coisas que eu já te disse, pelas ofensas, em especial aquele dia no Jardim da sua casa.
- Tudo bem Jensen, eu sei que estavam te falando mentiras, Eu aceito suas desculpas.
- Ótimo, por que eu me sentiria um Lixo se você estivesse com mágoas minhas.
- Amigos? Ela estendia as mãos.
- Eu... Procurava as palavras. - Achei que... Gaguejava. - Deixa pra lá....
- O que você ia dizer? Ash abaixava a mão.
- Eu achei que , não sei, talvez pudéssemos ser mais do que amigos. Olhava para baixo. - Mas se não é o seu desejo, amigos para mim está ótimo.
- Não é assim, é que eu já me relacionei com um Professor, e veja onde deu.
- Mas eu não sou o Henri, eu jamais te abandonaria.
- Não é somente isso, eu não quero que as pessoas falem da minha vida, eu não quero isso, e se eu me relacionar com meu professor, vai ser mais um segredo....
- Você não quer? Ou está procurando desculpas para não aceitar o fato que quer ? Olhava nos olhos dela.
- Jensen. Pegava nas mãos dele. - Eu... Procurava as palavras. - É só que...
- Não procure desculpas, por que agente sempre acha elas quando quer desistir de algo.
- Eu acho que não estou pronta para me relacionar novamente. O olhava nos olhos.
- Agente pode apenas ir se conhecendo melhor, sem obrigação, deixar tudo fluir em seu tempo. Jensen pegava na outra mão dela.
- Eu não sei se é a coisa certa a se fazer mas, Eu aceito. Sorria para ele. - Estamos Oficialmente nos relacionando.
- Se não estivessemos em público, esse seria o momento ideal para te beijar. Jensen Sorria com o olhar.
- Não seja por isso. O puxava, caminhando rumo ao Banheiro....
Share this article :

1 comentários:

  1. é só eu ou tem mais gente chocada com a Molly? que piranhuda.

    Olha Que odinho da Lav tratando o garçom feito Lixo. aff Mas bem feito tomara que o Harry e a molly acabe com ela

    Nossa adorei a Cena da Ash e do Jensen, ai até que enfim eles vão se relacionar. uhuuuuuuuu

    Choquei com a Cena do Cemitério.

    ótimo capítulo e perfeito, não vejo a hora de ler o proximo. A Fic só melhora amo muito.

    Ah adorei os Looks, lindos, e amei as músicas. ;)

    ResponderExcluir

 
Support : Your Link | Your Link | Your Link
Copyright © 2013. Supernatural Family | Here's Your Family. - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger